ENCONTRO COM A INSPIRAÇÃO – Exorcismo político social

Estive em Ribeirão nestes dias e aproveitei para rever uma grande fonte de livros: LIVRARIA DA TRAVESSA que hoje é maior que a Saraiva e a Fnac. Aquela loja é altamente instigadora e inspiradora.

Enquanto passeava dentre as centenas de estantes fiquei maravilhado com a “grande quantidade de livros que serão escritos nos próximos ano” retratando estas duas décadas nas quais estamos inseridos, e acabei encontrando títulos inusitados como os que abaixo reproduzo:

Livros filosóficos:

1.    O paraíso corrompido.

2.    As palavras, as senhas e os sinais da corrupção.

3.    O que esperar quando você vota errado.

4.    O corruptor inteligente.

5.    Desperte o corruptor que existe em você.

6.    Tempos de delação.

7.    Corruptos e corrompidos.

8.    Os corruptores e o diabo.

9.    A magia da corrupção.

10.Minha mão esquerda.

11.O homem que não existia.

12.Recomeço de vida de um corruptor.

Livros de Aventuras:

1.    Em busca da ética perdida.

2.    Novos zelotes.

3.    “E, ele nunca foi pego”.

4.    Chavão da corrupção: Tamos juntos!

5.    Disse não à corrupção e pagou alto preço por isto.

6.    A ocorrência.

7.    O confidente.

 Livros autorais:

1.    O prazer de corromper.

2.    Quebrando as barreiras da corrupção.

3.    O corrupto feliz.

4.    Bebendo com …. [censurado].

5.    O corruptor que não disse não.

6.    Minha vida após a delação.

7.    Memórias de um procurador.

8.    SOU DONO DO BRASIL.

9.    O mundo é meu.

10.A fraude sob a ótica do fraudador.

11.Eu e o corruptor.

12.A vida após a presidência.

13.Confissões de um delator feliz.

Livros biográficos e autobiográficos:

1.    Notáveis corruptores.

2.    Eu não corrompi.

Livros de ficção “verdadeira”:

1.    O !de cujus político”.

2.    Minhas melhores corrupções.

Livros eróticos:

1.    Meu amante corruptor.

2.    O amante político.

Esta crônica é um CRÍTICA aos tempos que estamos passando, aos problemas que foram impostos ao povo brasileiro, e reflete a minha insatisfação pessoal à tudo isto, principalmente quando vejo pessoas sendo obrigadas a pedir esmolas nos sinaleiros das esquinas e ao que vemos ocorrer nos hospitais. Eu não coloco coloração partidária nisto. Deploro e abomino estes tempos.

Quanto aos títulos de livros, são os que eu PENSO que SERÃO ESCRITOS, como forma da sociedade assimilar este período e exorcizar o mal atual de forma que ele não possa ocorrer no futuro, dentro de uma perspectiva de que pelo menos ele seja minorado.

Em relação aos pretensos livros, eu NAO OS ESCREVERIA nenhum. Espero que logo-logo eles façam parte de uma “parte negra” que se encerrou na história do nosso país.

Os efeitos “destes tempos” afetam a consciência daqueles que foram prejudicados por aquilo que foi imposto, deixando as pessoas amargas, altamente críticas e racionais.

Como eu fiquei por lá apenas por uma hora, não consegui coligir todos os livros que certamente serão escritos, mas creio que estes são os principais.

Certamente a inspiração para estas letras não são lá da Livraria da Travessa, mas sim, das notícias da nossa mídia do nosso dia-a-dia [de qualquer brasileiro].

Walmir da Rocha Melges – 18 de dezembro de 2016

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados para WRM Auditoria e Consultoria Ltda

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?