RECEITAS PARA CONTORNAR E CONVIVER COM A CRISE- Segunda: CONSTRUINDO SOBRE FORÇAS

Dando sequência a matéria iniciada na edição passada, hoje nosso consultor Sr. Walmir da Rocha Melges indica mais uma receita, ou seja – contrua sobre forças.

Leve cada funcionário de sua empresa a fazer aquilo que melhor sabe, e aquilo que ele mais gosta ou que mostra mais aptidão.

Se um funcionário foi contratado para simples garoto de entregas, mas mostra uma boa tendência para empacotador, para entender telefones, controlar seu arquivo ou controlar seu estoque, decida logo, troque-o de serviço, pois não só ele se realizará, mas também a empresa ganhará com a modificação.

Descubra quais os pontos positivos e negativos de cada funcionário e sempre que possível use os pontos positivos do bem da empresa, os pontos negativos poderá usar para distribuir suas férias, troca-lo de área, colocado para conversar com um cliente caloteiro e outras aplicações; ponha sua imaginação para funcionar – todos nós temos o poder da imaginação, da criatividade, basta começar.

Evite colocar a pessoa certa no lugar errado, evite perder tempo com defesas, justificativas, e com conversas fiadas ou com trololó inútil, vá sempre ao ámago da questão, seja objetivo e faça com que todos seus funcionários o sejam.

Se um funcionário não está se dando bem em determinado serviço, não está produzindo para a empresa, procure troca-lo de lugar com outro, e se não houver onde recoloca-lo mande-o embora e coloque outro que produza, estamos em época em que todos devem dar o máximo de si, não temos condições de arcar com pesos mortos.

Não se preocupe com o fator “desemprego”, em nossa cidade temos uma vantagem, pesquisas indicam que dentre os desempregados existentes hoje em dia, a maioria sempre foi desempregado, indicam também que mais de 90% dos funcionários neste ano de 1981 a título de contenção de custos, foram absorvidos por outras empresas que deles estavam necessitando.

Muitas vezes uma demissão é motivo para o funcionário remodelar sua vida, revigorar-se, modificar seu padrão de trabalho para melhor e enfim procurar lutar com melhores condições.

Apesar dos pessimistas, a cidade está crescendo e cada vez mais necessitando de bons funcionários, e a cada ano que passa, mais jovens dirigem-se a outras cidades principalmente a grande São Paulo em busca de empregos e utras condições de vida, estes mesmos que saem de Lins, deixam atrás de si inúmeras vagas a serem preenchidas por outros que agora estão se formando.

Faça um bate papo informal com seus funcionários ao menos uma vez por mês, pergunte a cada um deles o que está achando do serviço, da empresa, dos clientes, das vendas, etc. na maioria dos casos, é um bate papo proveitoso para a empresa e no mínimo ajuda ela a conhecer melhor seus funcionários e o que esperar de cada um.

Walmir da Rocha Melges – Publicado no jornal A Gazeta de Lins em 19/09/81

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados para WRM Auditoria e Consultoria Ltda

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?